Gracinda Poesias
"Vida em Poesia"
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

IDOSA
IDOSA

Estou idosa? Você é idoso? Não, acho que não!
Estou com alguns anos de vida,
Mas, com certeza não estou velha,
Não me tratem como coitada ou coitadinha...

Sou boa amiga, sou boa conselheira,
Meu raciocínio é lógico
Sou prática no pensar
Não fujo da vida e das tarefas do lar
Não me tratem como coitada ou coitadinha...

Ah! Quando entro no ônibus sinto os olhares
Alguns até, comentam “lá vem àquela velha”,
Baixam a cabeça fingindo adormecer
Sorrio, e penso, são tão fracos e insensíveis
Que não pensam no amanhã que idosos ficarão.

Sou idosa, mas, não sou coitada ou coitadinha,
Sou jeitosa e nuito vaidosa
Gosto de ler, conversar, passear e prosar,
Tenho saúde e assim posso me alegrar.

Não tratem o idoso de coitado ou coitadinho
Deixo-nos viver, somos jovens de espírito,
Deixe-nos compartilhar com os jovens
Os jovens muito têm aprender e depois ensinar.

Mesmo aqueles idosos com alguma deficiência
Muitos podem ajudar e até aconselhar
Os jovens têm muito que aprender e obedecer
Pois, um dia idoso ficará.

E, assim a vida,
Um dia, criança, jovem, adulto e idoso,
Faz parte, devemos nos conscientizar,
Um dia todos idosos irão ficar.

Não tratem o idoso de coitado ou coitadinho!

Poeta: Gracinda Rodrigues Cordeiro

Gracinda Rodrigues
Enviado por Gracinda Rodrigues em 18/11/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras